INDIFERENÇA

foto_pegadas_na_areia

Foto: Pegadas no gelo (autor desconhecido).

 

Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda, advogado, mestre em ciências sociais.

 

Triste é o mundo dos indiferentes,

Daqueles que se omitem, que silenciam…

Dos que não se permitem demonstrar empatia,

E dos autômatos que se alimentam da mecânica pura.

 

Ser indiferente é não fazer parte de um mundo concreto.

É aceitar, de forma preguiçosa, o que nos é imposto.

A indiferença elimina nossa essência, nos limita,

E transforma nossos dias numa pedra fria.

 

Prefiro ser duro, a ser inferente.

Chorar nas sombras, enfrentar a dureza dos rompimentos, a me omitir.

Perder meu valioso tempo, a deixar de expressar minha posição!

 

Vivemos em mundo onde a indiferença foi transformada em virtude,

Onde a única indignação aceita é a hiper-realidade da mídia!

Triste é o mundo dos indiferentes, dos sem alma, e que não possuem vida…

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s