CLÁSSICAS E IMORTAIS

A música chamada de erudita, uma forma de transformar verdadeiras obras primas em algo distante da maioria população possui maravilhas que devem ser sempre ouvidas, reproduzidas e distribuídas para o conhecimento eterno daquilo que de mais belo foi produzido pela humanidade.

Evidentemente seriam necessários milhares de posts para tratar do tema. Mas seguem 04 exemplos escolhidos e populares:

 

  1. Adágio in G Minor, de Tomaso Albinoni

 

2. Sonata ao Luar, ou adágio produzido pela genialidade de Beethoven:

 

3. Prelude Op. nº 05 , de Sergei Rachmaninoff

 

4. A Dança Macabra, Camille Saint-Saëns:

 

Anúncios

2 comentários

  1. Bela lista. Mas, como toda seleção, sempre vai aparecer alguém “contestando”. Como esquecer Wolfgang Amadeus Mozart?
    Pena que as TVs só lembrem das músicas eruditas em funerais transmitidos ao vivo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s