VIAGEM NO TEMPO

viagem-no-tempo

Foto: Viagem no tempo (fonte – hypescience.com)

 

Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda, advogado, mestre em ciências sociais.

 

Peço desculpas aos céticos e aos conservadores,

mas não acredito mais nos limites do tempo!

Desde Einstein, o tempo é relativo,

apenas uma coordenada que nos é imposta para conter avanços.

 

O tempo, caros companheiros de jornada,

foi construído para ser superado, transformado, ultrapassado.

O maior de todos os atos revolucionários é vencer o tempo!

E para tanto, não é preciso quebrar relógios, mas sim coragem.

 

A crença nos limites do tempo nos levou a tragédias humanitárias e ambientais.

Viramos escravos da eficiência e da mecânica.

Não reconhecemos mais os dias pelo brilho do Sol, mas pelo domínio dos números,

e a Lua, sempre tão prodigiosa em iluminar a noite, ficou restrita à timidez da poesia.

 

Mas não há razão para ter medo do tempo!

Devemos conduzi-lo para uma viagem transformadora.

Talvez não seja preciso retornar ao passado,

aliás, a máquina do tempo só retorna ao momento quando foi criada.

 

Mas podemos utilizar a nossa máquina do tempo para desenhar o futuro,

para recuperar o ambiente e plantar a semente da igualdade.

A nossa viagem no tempo é permanente, realizada todos os dias.

Somos senhores e senhoras do tempo, mas nem disso nos apercebemos.

 

Nosso papel, enquanto administradores nos próximos atos,

é construir a base para um mundo mais sensível ao coletivo.

Devemos evitar a tragédia das extinções em massa,

e trazer de volta ao campo da luta política o conceito verdadeiro de honra.

 

Não existe honra na destruição de sonhos, nem em empunhar armaduras,

nem em destruir continentes, ou em bombardear cidades…

Não há honra na repetição acrítica da dos argumentos da mídia,

nem no esvaziamento do direito, e no esquecimento de valores fundamentais.

 

A honra associada à viagem do tempo, é aquela que visa permitir o direito ao recomeço,

Ao resgate dos sonhos, da esperança, e do sentimento de solidariedade.

Proponho uma viagem no tempo iniciada agora, neste instante!

Onde cada um de nós, seres viajantes, seja capaz de trocar o ódio pelo amor, e reconhecer a existência do outro…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s