O TEU OLHAR

O-voo-do-beija-flor-Marinaldo-Matos-1

 

Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda

 

Ao ver teus olhos toda a minha dureza desaparece,

sinto-me dominado por sua força desconcertante.

É como se o tempo parasse numa dimensão própria!

Teu olhar teu o tem brilho mais radiante do que as estrelas,

é o Sol que ilumina minhas tardes frias, tem o verde da força da natureza

e os matizes do mel, que lhe conformam, adoçam meus tempos perdidos.

 

Sinto um vazio sem sentir a presença dos teus olhos.

Perco o ritmo das horas, fico aprisionado,

é como se perdesse os sentidos e a minha própria essência.

Torno-me um ser sem rumo,

que sofre com a distância, hipinoticamente paralisado,

congelado no mais triste inverno, pois teu olhar me aquece!

 

Por favor, não me prive do teu olhar,

ele dá vida à mais bela de todas as faces

e não possui comparativo na própria natureza.

Mesmo quando me olhas desconfiada, como se não acreditasse na minha ousadia,

ou foges da intensidade do meu rosto que lhe procura,

são teus olhos que me fortalecem e mostram que o mundo não limites para a beleza…

 

____________________________________

*Como a primeira estrofe foi lançada no artigo ” Versos de um Poeta Humilde. ” , resolvi completar os demais versos e não perder a inspiração.

** Foi atualizado porque deixou de ser acadêmico e ganhou vida!

 

 

 

 

 

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s