NÃO ACEITAREMOS!

marcha_popular

Foto: estilização de marcha popular na Avenida Paulista em 18 de março de 2016.

 

Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda, advogado, mestre em ciências sociais.

 

Senhoras e senhores,

a partir desta data, não aceitaremos mais o silêncio.

Nossas vozes ecoarão retumbantes e irão além dos limites conhecidos.

 

Também não aceitaremos correntes,

pois conhecemos a liberdade

e não aceitamos ser submetidos ao jugo da opressão.

 

Não aceitaremos o ódio,

pois nossos corações foram tocados pelo amor,

e quanto a este, não reconhecemos padrões.

 

Não aceitaremos o medo,

pois já saímos das trevas do passado

e conhecemos o valor da igualdade.

 

Não aceitaremos a mentira,

pois aprendemos a viver com transparência,

e sabemos da importância da verdade.

 

Não aceitaremos um mundo sem direitos,

estamos cansados da doutrina dos deveres

e queremos ver o por sol com liberdade.

 

Jamais aceitaremos o discurso vazio,

pois já conhecemos a materialidade da vida

e as oportunidades de engrandecimento.

 

Não aceitaremos retornar às fronteiras do abandono.

Já conhecemos a solidariedade

e frente aos demais nos reconhecemos.

 

Não aceitaremos o arbítrio,

inimigo da democracia

e castrador do futuro.

 

Assim, não tentem nos reprimir!

As ruas são o nosso lar

e construímos nossa morada com muita luta!

 

Somos as vozes da esperança,

queremos aquilo que nos foi sonegado outrora,

que é o direito de acreditar num mundo melhor!

 

 

 

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s