LUTO

marcha_democracia

Foto: manifestação pela democracia.

 

Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda, advogado, mestre em ciências sociais.

 

Não aceito sentir luto!

O luto, sentimento, soa com aceitação, conformação.

Eu não me conformo,

sou um eterno rebelde e insurgente.

 

Eu luto, um verbo, uma ação.

Luto contra a injustiça e a desigualdade.

Luto contra o ódio e o preconceito,

contra o desrespeito à vontade soberana, contra a opressão.

 

Lutar é aquilo que me diferencia,

que me faz sentir vivo e me motiva,

que contribui para a concretização dos meus sonhos

e permite a aproximação às minhas utopias.

 

Luto contra o silêncio sepulcral da violência,

pela liberdade, pelo amor, pela decência,

pela disseminação da igualdade e da tolerância,

pela natureza, pela vida e a criatividade.

 

Meu lutar é um passo adiante,

é um ponto de iluminação,

símbolo de uma certeza interminável

de que as barreiras do arbítrio serão derrubadas.

 

Minha vida não tem sentido se deixar de lutar,

não abandono meus ideais e meus desejos,

não deixo meus companheiros sozinhos no caminho

e nunca desisto de criar e transformar.

 

Quando a aurora da esperança surge no horizonte,

trilho a minha jornada em busca de um mundo sonhado,

levo as minhas sementes, que partilho com os caminhantes,

com aqueles que como eu não desistem, lutam!

 

Venham camaradas perdidos e assustados,

não temam a grandeza que brota nos seus corações.

Nascemos para lutar, para brilhar e transformar,

mostrar que somos muito maiores do que nos deixam acreditar.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s