MISTÉRIOS DO AMOR

3bbb4bf0d7f308d194087393a1f90772-d2tzwn3

Foto: “Noites de Chuva”, de Leonid Afremov.

 

Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda, advogado, mestre em ciências sociais.

 

Não existe amor sem mistério.

O mistério alimenta os sentimentos,

oferecendo sentido para algo que não compreendemos totalmente,

regando a planta que nasce em nosso íntimo.

 

Quando o amor é explicável, não se ama.

O amor não tem justificativas, nem elementos probatórios,

é um verbo supremo que ultrapassa o racional,

sua riqueza está exatamente na capacidade de superar a técnica.

 

Quando amamos, nosso corpo reage às limitações sociais,

enfrentamos qualquer convenção,

traduzimos nos movimentos do nosso corpo os verdadeiros sentimentos,

confessamos com os olhos, com o sorriso, com o silêncio…

 

É por isto que não existe amor silencioso.

Nosso corpo sempre encontra formas de confessar o amor.

Os sentimentos exalam pelos poros

e a própria negação tem ar de confissão…

 

 

 

 

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s