O PIOR DOS CRIMES

two-cut-sunflowers

Foto: Van Gogh, Dois Girassóis Cortados, 1887.

 

Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda

 

O pior dos crimes é o não viver.

É o deixar de fazer, simplesmente por não fazer.

É o deixar de querer por medo,

é o fugir do próprio ser.

 

O pior dos crimes é a violência contra a alma.

É mergulhar da escuridão de uma vida vazia,

esquecer das cores do mundo,

aceitar a clausura do tempo.

 

O pior de todos os crimes é matar os sentidos,

eliminar os sentimentos,

alimentar a tristeza e a solidão.

 

É deixar de cantar para glorificar o silêncio,

cerrar os olhos diante da luz,

maltratar o espírito frente à certeza…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s