A MORTE EM VIDA (**)

Edvard_Munch_-_Melancholy_(1894)

Foto: Melancholy, de Edvard Munch, 1894.

 

Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda

 

Não existe nada mais cruel do que a morte em vida.
Ela não é celebrada, não há velório, nem lamentos,
apenas o silêncio ensurdecedor do abandono.

A morte em vida pode ser Severina, corajosa, guerreira, o que for.
É morte! E dela não há retorno,
salvo um vazio profundo, no qual nada encontramos.

Na morte em vida, descobres que os amigos virtuais são mais reais do que os reais,
que ninguém, absolutamente ninguém, não está nem aí para o que falas
e que a tua presença nada mais é do que um estorvo, ela incomoda!

A morte em vida, não oferece alternativas.
Ela é mais concreta do que todas as outras mortes,
mas não é anunciada, ela vem.

Na morte em vida, descobres que teus sonhos não passam de ilusões,
que amores são quimeras de desejos insanos
e que poemas são apenas versos cruzados e sem vida.

Na morte em vida, descobres que até a política, por qual tanto lutaste, é enganadora.
Que entre duas cidades não há bandeiras diferentes, mas apenas um rio
e que falar a verdade é um suicídio! Mais fácil é mentir e curtir o apego à farsa.

Na morte em vida, o teu trabalho não tem valor.
Não importam títulos, produções, ou qualquer esforço,
tudo se esfacela como fumaça, perde os sentidos.

Na morte em vida, descobrimos nosso real valor: nenhum!
Descobrimos, também, que Deus, esse sádico mundano, de fato nunca existiu.
Se existisse, seria justo e não condenaria os pobres infelizes a serem enganados por seus profetas.

Na morte em vida, descobrimos o que realmente existe depois da vida: nada!
Ela desmonta qualquer ilusão, por isto é tão cruel.
Nada é importante, nada tem sentido, pois deixaste de existir e as tuas lembranças são apenas fantasmas…

Assim é a morte em vida. E assim, morre este poema…

 

(**) minha homenagem a João Cabral de Melo Neto. O trabalho é autobiográfico, também.

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s