A Culpa é das Cerejeiras: o amor cantando em várias línguas.

cerejeira (1)-thumb-800x468-142558

 

Já que o mundo anda tão dominado por sentimentos vazios, como o ódio, o rancor, o preconceito e o desejo de destruir o semelhante, vou fazer um protesto cantando o amor. Desta vez, optei por trabalhar a sua interpretação em várias línguas, servindo-me do apoio de vários mestres. As músicas escolhidas tiveram que cumprir alguns requisitos: 1º) a letra tem que expressar sentimentos, não podem ser trabalhos meramente comerciais; 2º) quem ouve deve ser tocado, nem que seja pela vontade de não acompanhar a postagem dada a intensidade das músicas; e 3º) devem ser músicas que transformam, mesmo que esmaguem corações, devem demonstrar o amor em seus versos.

Sei que é uma escolha incompleta, algumas são clássicas. Espero que agrade aos corações.

1º) Can’t Help Falling In Love (Não Consigo Deixar de me Apaixonar por Você). Composição: George David Weiss, Hugo Peretti e Luigi Creatore. Canta: Elvis Presley.  Como podemos ver, é uma música americana, cantada em inglês por um dos maiores intérpretes de todos os tempos, mas com forte genética italiana.

 

2º) Yo Vengo Oferecer Mi Corazón (Eu Venho Oferecer Meu Coração). Música: Fito Paez. Interpretação: Fito Paez e Pablo Milanês. Dois Gênios cantando esse poema espanhol. Gosto muito da parte em que a letra fala na dificuldade que é abrir o coração.

 

3º) L’hymne à L’amour (Hino ao Amor). Composição: Edith Piaf. Canta: Saina Manotte e Maxime Manot. Numa postagem destas, obviamente não poderia faltar o hino ao amor composto, declamado e cantado por Edith Piaf. Entretanto, escolhei dois cantores desconhecidos dada a beleza das vozes, especialmente da cantora, com uma suavidade impressionante! Dá até vontade de visitar a “ponte dos cadeados” em Paris…

 

4º) Kirameki (Brilho). Composição: Youhei Hashiguchi. Canta: Wacci. Esta maravilha cantada em japonês é, antes de tudo, um poema. A sua conversão em música para o maravilhoso filme Shigatsu Wa Kimi No Uso foi de uma sensibilidade extrema. Como é uma língua menos conhecida, fiz uma postagem no facebook com a tradução completa, mas é um trabalho de beleza extrema, como o próprio filme. Infelizmente a filmagem com humanos não conseguiu manter a magia da animação. Entretanto, a música é belíssima.

 

5º) Vênus. Composição e interpretação: Paulinho Moska. Que tal fechar a lista homenageando a Deusa do Amor? Em terra de Chico e Tom Jobim, Moska é um aprendiz. Mas esta música é belíssima e rompe paradigmas, também é um poema musicado que merece ser ouvido várias vezes. Além disso, como disse antes, esta postagem também é um ato de rebelião contra a normalidade.

 

 

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s