CLAMO POR LIBERDADE

180608-Política

Foto: Mural em São Paulo/SP sobre opressão

 

Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda

Clamo por liberdade e pelo direito de ser ouvido,

Já fui torturado, tive meu corpo empalado

e mesmo assim não silenciei.

Clamo por liberdade porque minha voz não encontra limites,

está depositada na alma daqueles que sonham,

daqueles que sofrem com o ódio e o preconceito e mesmo assim não desistem.

Clamo por liberdade porque nem os porões da violência podem me parar,

levanto a minha mão cerrada e canto com todas as minhas forças.

Não aceito palavras vazias, nem ameaças, nem opressão.

Clamo por liberdade porque não há vida na escuridão.

Não é possível aceitar o silêncio imposto por almas sem compaixão.

Clamo por liberdade e dela não desisto, pois meus sonhos não tem preço e a minha vida não tem fim.

 

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s