O PÁRIA

Leonardo_da_Vinci_-_Saint_Jerome

Foto: São Jerônimo no Deserto, de Leonardo da Vinci (1480)

 

Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda

Fui arrebatado por meus erros.

Entreguei-me de corpo e alma sem medir meus passos.

Mergulhei em lugares tão fundos

que deles não consigo sair.

Tornei-me um pária, esquecido,

mas já nem sei mais quem me esqueceu.

Ando perdido, sou um néscio, um parvo,

inepto para argumentar em meu favor.

No julgamento da vida, um derrotado.

Sou a parte mais triste, de um universo triste e sem sentido.

Queria poder nascer de novo, recomeçar.

Talvez assim, com a experiência de uma vida desperdiçada, eu possa acertar.

No horizonte, só vejo nuvens.

Não encontro mais a beleza do nascer do Sol.

Sou apenas um pedaço do que já fui.

Não posso esperar por outros, pois eu mesmo já me esqueci.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s