SONETO DO AMOR AO LUAR

a39db2e0c9bd53b42102be7a423e9909 (2)

 

Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda

Esta noite, minha amada, resolvi caminhar na praia,

mergulhar no mar, olhar para o céu e ver a luz da Lua.

Nossos corpos soltos, flutuando entre as ondas,

sentir o gosto de sal nos teus lábios, a tua pele eriçada.

Quero deitar na areia e te abraçar junto ao colo,

ouvir o encontro das águas com a barreira física,

o canto de Poseidon quando descansa

e ver o brilho único dos teus olhos.

Neste momento, nos tornamos um,

assim como a linha distante do horizonte com o céu.

Nossos corpos se entrelaçam entregues ao amor profundo.

Esta noite, minha amada, serei teu, somente teu.

Esquecerei do tempo e da minha alma inquieta.

Apenas o pulsar do teu coração ditará o ritmo dos meus atos.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s