RESISTÊNCIA

_109979453_750

Foto: Guaicúrus,  litografia de Jean-Baptiste Debret


 

Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda (21/03/2020)

 

Enganam-se aqueles que pensam que resistir é impossível.

Pelo menos para nós, filhos das incertezas, resistir é um imperativo de vida.

Tentaram nos transformar em vítimas de sistemas opressores,

não esperavam, no entanto, que no nosso sangue fervilhasse o sangue dos nossos ancestrais.

 

Somos herdeiros dos indígenas que sobreviveram ao genocídio e à peste dos brancos.

Também somos quilombolas, rompemos os grilhões dos colonizadores.

Somos filhos de Mandela, descendentes de judeus, de ciganos e dos intelectuais que sobreviveram ao holocausto.

Somos operários, mulheres, professores, agricultores sem-terra, palestinos, vistos pelos estados apenas como números imprecisos.

 

Não há nada que nos aprisione, nem as agruras da tortura invisível,

nem as mágicas falsas dos vendilhões dos templos,

menos ainda a pregação malévola dos amantes do ódio e da violência.

 

Nós somos a resistência dos oprimidos.

De quem suporta até a mais agressiva das guerras

e mesmo em condições desfavoráveis, somos capazes de nos erguer e transformar o mundo!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s